Sexta, 30 Outubro 2015 21:02

Combater a dengue: um dever de todos

Escrito por
Avalie este item
(4 votos)

 

A dengue mata!

 

Pense nos seus filhos, pense em sua família: ajude a combater a dengue.

 

Evitar o aparecimento da dengue é dever de todos. Faça sua parte.

 

 

A colaboração mais fundamental para combater a dengue tem de ser da população, que deve se conscientizar e evitar criar condições para o mosquito Aedes Aegypit se desenvolver. A recomendação principal da Vigilância Sanitária é evitar a água parada. É nela que o mosquito se reproduz. Quintais e terrenos devem ser limpos de forma constante, evitando a presença de materiais que possam servir para acumular água. Também é importante que a população faça a limpeza periódica de calhas, ralos e até mesmo verifique os modelos de geladeira que contam com recipientes externos de água, fazendo uma manutenção constante para que esses locais permaneçam secos.

Os materiais inservíveis que muitas vezes ficam jogados nos quintais devem também ser eliminados. Quem tiver móveis velhos, sofás sem uso, entre outros artigos jogados no quintal pode entrar em contato com a Prefeitura, pelo telefone 3471 0044, e agendar a retirada desse material.

As caixas d'água devem estar bem fechadas e preferencialmente vedadas e não basta apenas trocar a água do vaso de planta ou usar um produto para esterilizar a água, como a água sanitária. É preciso lavar as laterais e as bordas do recipiente com bucha, pois nesses locais os ovos eclodem e se transformam em larvas.

 

 

 

Saiba mais: A dengue se caracteriza por febre súbita e alta (acima dos 40º), fortes dores de cabeça, dor atrás dos olhos, falta de apetite e paladar, dor nos ossos e nas articulações, manchas vermelhas na pele, náuseas e vômitos e cansaço. Aos primeiros sintomas, a recomendação é procurar imediatamente o atendimento médico e não efetuar a automedicação, principalmente com remédios a base de ácido acetil-salicílico. O paciente deve repousar e consumir muita água.