Segunda, 14 Abril 2014 16:44

Jogos Regionais do Idoso de Garça: evento é marcado pelo sucesso

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Garça abrigou, entre 10 e 13 de abril, a 18ª edição dos Jori (Jogos Regionais do Idoso), evento promovido pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo em parceria com a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, com a colaboração da Prefeitura Municipal de Garça, Fundo Social de Solidariedade de Garça e Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer. O evento atraiu cerca de mil participantes de 31 municípios das regiões de Marília, Assis, Ourinhos e Tupã e o resultado final foi dos melhores.

Várias delegações fizeram questão de elogiar a estrutura montada em Garça para recepcionar atletas e dirigentes. Sete prédios escolares foram destacados como alojamentos, sendo que as competições esportivas foram desenvolvidas em várias praças locais, como o ginásio João Gonzales, o Centro Esportivo e Social, antigo CT do Garça, assim como o Clube da Terceira Idade e a biblioteca do Centro Integrado de Educação.

A abertura oficial do evento foi realizada na sexta-feira, 11 de abril, no ginásio João Gonzales, com a presença das delegações das cidades participantes e da primeira dama do Estado de São Paulo, Lu Alckmin. O evento teve a presença de centenas de pessoas. Logo após a abertura, ocorreu a primeira competição, na categoria "Coreografia", que teve a vitória de Bastos, com Ourinhos ficando em segundo lugar e Bernardino de Campos levando o bronze.

Uma intensa programação esportiva foi desenvolvida na sexta-feira e no sábado, com competições sendo realizadas de forma simultânea. Para atender esses vários eventos, a Secretaria de Estado do Esporte deslocou mais de 30 servidores, ao passo que a Prefeitura Municipal de Garça disponibilizou uma ampla equipe — de várias secretarias — para atender as diferentes demandas existentes. E, ao final, o resultado foi expressivo, com nenhum problema sendo registrado e com as competições tendo sido realizadas dentro da estrutura planejada pela organização.

O encerramento dos Jori se deu no domingo, com as disputadas das finais de vôlei adaptado – categoria “A”. No feminino, o ouro foi para Ourinhos, que venceu Cândido Mota por 2 sets a 0. Já no masculino, Ourinhos também levou o ouro, ao passar por 2 sets a 0 por Paraguaçu Paulista. Logo após a última partida, foi realizada a cerimônia de encerramento dos Jori, com a presença do prefeito José Alcides Faneco e dos representantes da Secretaria de Estado do Esporte.

A cidade de Paraguaçu Paulista, com 136 pontos, foi a grande vencedora dos Jogos, com o segundo lugar ficando com Ourinhos, com 131,5 pontos, ao passo que Marília ficou em terceiro lugar, com 105 pontos conquistados.

O coordenador de gestores da Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude, José Augusto Prando, apontou que a edição dos Jori de Garça foi marcada pelo sucesso e ressaltou o trabalho conjunto desenvolvido para que esse resultado fosse alcançado. "Garça teve um tempo muito curto para conseguir fazer esses Jogos, mas o que vimos aqui foi um comprometimento muito forte por parte da Prefeitura, por parte do prefeito, dos servidores e, ao final, o resultado não poderia ser melhor. Só temos a agradecer por essa acolhida", disse.

O chefe do comitê dirigente dos Jori 2014, Eduardo Zanguetim, também avaliou positivamente os Jogos. "Superou nossas expectativas. Um evento como esse, envolvendo um grande número de pessoas, tendo a necessidade de uma estrutura significativa, sempre traz o temor de que possam existir problemas. No entanto, o que vimos aqui em Garça foi uma competição tranqüila, com os participantes elogiando a estrutura, a organização. Realmente, Garça deixou uma ótima impressão a todos", sustentou.

 

Competidores aprovam — Não foram apenas os dirigentes e organizadores que avaliaram os Jori 2014 de Garça como positivo. Também os participantes. Um exemplo disso é Francisco Barros Pereira, 69 anos, que competiu defendendo a cidade de Florínea no Dominó. "Foi tudo muito bom. Tivemos um alojamento que não teve nenhum problema, com tudo muito organizado, com segurança. A alimentação foi das melhores e a equipe que trabalhou nos Jogos sempre se mostrou muito simpática. Estão de parabéns", apontou.

Aos 78 anos de idade, Mário Porcelli, da cidade de Palmital, já participou de várias edições do Jori. Neste ano, em Garça, ele recebeu a medalha de bronze no Atletismo. "Foi uma edição muito divertida dos Jogos. Tudo correu dentro da mais absoluta tranqüilidade. Estamos voltando para Palmital muito contentes com a recepção que tivemos por aqui", disse.

Mateus Guerreiro Filho veio de Salto Grande para competir no Truco e levou, juntamente com o companheiro José Barbosa, a medalha de ouro. Ele também destacou a estrutura encontrada. "Foi muito bom. A abertura foi emocionante e depois tivemos as competições aqui no Clube da Terceira Idade com tudo correndo muito bem. E para nós foi muito melhor, já que conseguimos vencer."

Com uma longa experiência em competições esportivas e com uma carreira pelo futebol profissional, Eder Sanches, chefe da delegação de Bernardino de Campos, conhece como poucos a estrutura de uma atividade como os Jori. Na sua avaliação, a edição garcense dos Jogos foi uma das melhores da história da competição. "Nos Jori, a primeira preocupação tem de ser com os participantes. Eles são a prioridade. E vimos que aqui em Garça isso ocorreu. Com alojamentos muito bons, uma alimentação de qualidade. Na parte técnica, também não temos nada a reclamar. Disputamos oito modalidades e os locais de competição estavam muito bons", complementou.

 

Atletismo — Um dos temores da organização dos Jori de Garça era quanto à disputa das provas de Atletismo. Com o estádio Frederico Platzeck sem condições de receber competições, se buscou improvisar uma área para que os atletas pudessem disputar as provas. A área escolhida foi o antigo CT do Garça, que teve a grama aparada e a sinalização das raias. O que era um temor se transformou num destaque, com o elogio de atletas e de técnicos.

"Foi a primeira vez que tivemos uma competição na grama e os resultados foram muito positivos. Muitos dos atletas nos procuraram, destacaram que o impacto de correr na grama era menor, o que favoreceu ainda mais para enriquecer o nível das provas”, explicou Newton José de Moura Junior, da Secretaria de Estado de Esportes e que foi o responsável pela coordenação do Atletismo na edição de Garça dos Jori.

 

 

Paraguaçu Paulista é a grande vencedora dos Jori 2014

 

A cidade de Paraguaçu Paulista foi a vencedora dos Jogos Regionais do Idoso, sendo seguida por Ourinhos e Marília. Confira na seqüência a classificação final dos Jori de Garça:

 

1º Paraguaçu Paulista 136 pontos

2º Ourinhos 131,5 pontos

3º Marília 105 pontos

4º Tupã 91 pontos

5º Assis 75 pontos

6º Sarutaiá 68 pontos

7º Cândido Mota 46 pontos

8º Palmital 27 pontos

9º Queiroz 23 pontos

10º Piraju 21 pontos

11º Sta. Cruz Rio Pardo 18 pontos

12º Bastos 17 pontos

13º Florínea 17 pontos

14º Bernardino de Campos 17 pontos

15º Garça 14 pontos

16º Herculândia 12 pontos

17º Tarumã 11 pontos

18º Maracaí 10 pontos

19º Salto Grande 9 pontos

20º Ocauçu 8,5 pontos

21º Pompéia 7 pontos

22º Arco-Íris 6 pontos

23º Fernão 5 pontos

24º Vera Cruz 5 pontos

25º Álvaro de Carvalho 4 pontos

26º Lupércio 4 pontos