Garça terá Mostra de Curtas Metragens em comemoração aos 100 anos da animação no Brasil

Cultura - Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017


Garça terá Mostra de Curtas Metragens em comemoração aos 100 anos da animação no Brasil

A cidade de Garça foi contemplada com uma Mostra de Curtas Metragens em comemoração ao Dia Internacional da Animação (DIA). A programação conta com três datas, em que serão apresentadas curtas metragens de desenhos animados, com entrada franca. O evento está em sua 14ª edição e comemora os 100 anos de animação no Brasil, sendo realizado no próximo dia 28 outubro.

A Mostra será realizada a partir das 19h30, com a abertura oficial contando com apresentação no Auditório da Biblioteca Municipal, na Avenida Doutor Rafael Paes de Barros, nº 522, em Vila Williams. Também existe a expectativa de apresentação no Espaço Território Criativo do Jardim São Lucas e no Centro Cultural do Distrito de Jafa, com data ainda não definida.

A Mostra de Curtas Metragens é realizada pela Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA) e conta com o apoio da Secretaria Municipal da Cultura e Prefeitura de Garça. Em 2017, para homenagear o centenário do cinema de animação brasileiro, além da exibição da Mostra Nacional, composta por uma hora de curtas metragens brasileiros atuais, ao invés da tradicional Mostra Internacional, será exibida a Mostra Histórica, composta por uma hora de curtas metragens de destaque na história do estilo no Brasil, realizados entre 1930 e 1997. Para fechar a sessão histórica será exibido o curta, Reanimando o Kaiser, releitura do que é considerado o marco zero do cinema de animação no Brasil, a charge animada “O Kaiser”.

Realizado em 1917 pelo caricaturista fluminense Álvaro Marins (Seth), a charge era uma alusão clara ao contexto geopolítico internacional daquela época, às sombras de uma guerra mundial. Por falta de preservação adequada o filme foi perdido, e tudo o que sobrou foi uma imagem de referência da obra.

Em 2013, o documentário ‘Luz Anima Ação”, uma produção da IDEOgraph dirigida por Eduardo Calvet, convidou oito grandes nomes da animação brasileira a recriar essa obra pioneira em um trabalho coletivo que mistura diversas técnicas de animação. O resultado é um trabalho denso, reflexivo e metalinguístico único, que reflete bem a diversidade da animação feita no Brasil.

 

COMO SURGIU O DIA INTERNACIONAL DA ANIMAÇÃO

 

Em 28 de outubro de 1892, Émile Reynaud realizou a primeira exibição pública de imagens animadas do mundo do seu teatro óptico no Museu Grevin, em Paris. Para celebrar este marco, a Associação Internacional do Filme de Animação (ASIFA) lançou a comemoração contando com o apoio de diferentes grupos internacionais filiados. No Brasil, o Dia Internacional da Animação é realizado pela Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA) desde 2004.

O evento tem objetivo de difundir o cinema de animação nacional em todas as regiões do país, proporcionar o contato do público com o trabalho de diretores brasileiros, estimular debates, revelar talentos, despertar o interesse do espectador em assistir filmes de animação. Ainda, reforçar a animação como técnica cinematográfica que pode ser utilizada para realizar obras de distintos gêneros (comédia, terror, romance...) e para várias faixas etárias.

O DIA também gera a integração cultural em todas as regiões do país, mobilizando diversas comunidades e facilitando a inclusão e o acesso da população à cultura. Além da exibição dos curtas metragens no dia 28 de outubro, algumas cidades organizam durante a semana do evento, atividades paralelas como exibições de filmes regionais, oficinas, palestras, etc.

Além dos objetivos de difusão da produção do cinema de animação nacional e formação de público, o projeto chama atenção pela rede formada por coordenadores locais voluntários, responsáveis pela exibição da mostra em cada município.

Toda a programação do evento tem entrada franca. 

Prefeitura Municipal de Garça


Estado de São Paulo