Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Secretarias / Departamentos
Escorpiões
Se avistar escorpiões, ligue para a Vigilância em Saúde: 3471-4959

O tempo quente é um clima extremamente favorável para a reprodução de vários insetos em abundância, como os mosquitos e as baratas. E onde existem baratas, o seu predador natural é atraído, ainda mais se ele encontra locais que podem servir de esconderijo. Outro ponto muito importante é que há o aumento da incidência de chuvas, e com isso as galerias de escoamento de água ficam cheias e os escorpiões acabam procurado alimento e abrigo na superfície.
Caso aviste algum em sua casa ou comércio, entre em contato com o Departamento de Vigilância em Saúde, através do número 3471-4959, que atende de segunda a sexta, das 8h às 11h e das 13h às 16h, para que seja realizada uma busca em seu imóveis e vizinhos, conforme preconiza o Manual de Controle de Escorpiões (MS). 

Confira algumas informações úteis para proteger-se de escorpiões:
As medidas de controle e manejo de escorpiões baseiam-se na retirada e modificações das condições do ambiente, com a ideia de torná-lo desfavorável à permanência e proliferação desses animais. Sendo a tecnologia fundamental para o controle de animal no meio urbano e a eliminação dos 3A:
  • Abrigo – acumulo de material onde o escorpião se abrigar;
  • Alimento – manter sempre limpa a residência evitando principalmente baratas (que é o alimento predileto do escorpião);
  • Acesso – impedir o acesso do aracnídeo.
 
Como realizar esse manejo e utilizar essa tecnologia para o controle:
  • Elimine frestas em baixo de portas e portões, tenha atenção especial aos muros sem reboco, pois o animal pode se esconder em pequenos buracos.
  • Ralos devem ser tapados, pois a principal fonte de alimentação dos escorpiões são baratas.
  • Não deixe restos de comida nos quintais, pois ele atraí baratas. Quem possui animal de estimação deve ficar atento as vasilhas dos animais, pois a comida pode atrair baratas. O lixo deve ser bem fechado e, de preferência, ficar em recipiente tampado até que seja colocado para fora nos dias de coleta.
  • Não deixe inservíveis no quintal ou restos de construção, pois são o esconderijo ideal para escorpiões, além de servir como local perfeito de reprodução de baratas e mosquitos. Se precisar manipular esse material para descarte, use luvas e vassouras.
  • Manter jardins e quintais limpos, evite folhagens densas (plantas ornamentais, trepadeiras, arbusto, bananeiras e outras) junto a paredes e muros das casas, pois podem servir de esconderijo. Além disso, apare a grama com frequência, pois baratas costumam se alojar em sua humidade.
  • Limpe periodicamente os terrenos baldios vizinhos, pelo menos, numa faixa de um a dois metros junto a casa.
  • Lembre-se de sacudir roupas e sapatos antes de usá-los, pois aranhas, escorpiões e baratas podem estar no interior.
 
Controle Químico funciona contra escorpiões funciona?
Não
, o hábito dos escorpiões de se abrigar em frestas de paredes, em baixo de caixas, papelões, pilhas de tijolos, telhas, madeiras, em fendas e rachaduras do solo, juntamente com sua capacidade de permanecer meses sem se movimentar, torna o tratamento químico ineficaz, causando apenas um deslocamento de lugar.
O que também torna os escorpiões resistentes aos venenos é o fato de possuírem o hábito de permanecer em longos períodos em abrigos naturais ou artificiais que impedem que o inseticida entre em contato com o escorpião, segundo informações do Manual de Controle de Escorpiões - Ministério da Saúde.
De acordo com o Ministério da Saúde, até a presente data não existe um inseticida para ser utilizado no controle de escorpiões.
 
Sinais e Sintomas:
A dor local é um sintoma que aparece logo após a picada, em 100% dos casos. Em crianças ocorrerá choro abrupto e intenso, devido à dor. Além da dor, ocorrerá agitação, ofegancia e respiração e batimentos cardíacos aumentados. Poderá ainda ocorrer no local da picada formigamento/dormência, aumento da temperatura, inchaço leve, vermelhidão, arrepio dos pelos e suor. Se a picada for na mão ou no pé (principais locais acometidos), esses sinais podem irradiar para parte ou todo o braço ou perna.
Outros sintomas que podem ocorrer em crianças até 10 anos são o aumento do suor pelo corpo, vômitos (poucos ou muitos) - este sinal já indica caso grave, agitação (devido à ansiedade, medo e dor) alternada com sonolência, tremores, produção excessiva de saliva (começa a babar). Se esses sintomas ocorrerem, mesmo que não sejam todos, e um escorpião for avistado, deve-se pensar em acidente escorpiônico e levar a pessoa imediatamente para o atendimento médico.
 
Primeiros Socorros em caso de acidente de escorpião:
Em caso de picada de escorpião, deve-se procurar imediatamente com a UPA, pelo 192
. A atenção deve ser redobrada em crianças menores de 10 (dez) anos, que muitas vezes não conseguem expressar o que sentem, podendo uma picada ser fatal.
  • Limpar o local com água e sabão.
  • Procurar o serviço de saúde mais próximo para que possa receber atendimento o mais rápido possível.
  • Se for possível (com segurança e desde que não leve muito tempo, pois a prioridade é o atendimento médico urgente), capturar o animal e levá-lo ao serviço de saúde. O escorpião pode ser levado vivo ou morto.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia