Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JAN
16
16 JAN 2024
ATENÇÃO
MEIO AMBIENTE
333 visualizações
Atenção à época de reprodução das maritacas
enviar para um amigo
receba notícias
A ave é importante na dispersão de sementes e forte aliada do reflorestamento.
Psittacara leucophthalmus, popularmente conhecida como maritaca, é uma ave natural da fauna brasileira, que está em período de reprodução e deixam seus ninhos com os novos filhotes até o mês de abril. Cheias de energia e com muito “o que falar”, são menores que os papagaios e costuma procurar locais tranquilos para fazer seus ninhos, onde o casal possa estar protegido enquanto espera os filhotes saírem de seus ovos.

Com o aumento das cidades, a ave, que normalmente colocava os ninhos em árvores secas ou buracos em montanhas de pedra, tem procurado cada vez mais os forros das casas com essa finalidade. Por terem entre 20cm e 30cm, entram facilmente em pequenas frestas em busca de um local onde não irão ser importunadas por outros pássaros, gatos e diversos animais.

Na natureza costumam se alimentar de frutas doces como goiaba, mamão e jaboticaba. Nas cidades, o instinto de sobrevivência faz apelar para muitas coisas, inclusive bicar coisas não comestíveis como os fios elétricos que não possuem conduítes (que é um material mais grosso e resistente).
Importantes para a natureza, pois consomem frutas e fazem a dispersão das sementes por áreas distantes, auxiliando no reflorestamento. Na natureza são presas de gaviões e de felinos silvestres, mas quase não possuem inimigos naturais no meio urbano, quase pois o homem, muitas vezes no intuito de ajudar, acaba retirando as aves do ninho e isso faz com que seus pais não retornem mais.

A Lei Federal 9605 de 1998 (https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9605.htm) classifica como crime ambiental matar, perseguir, caçar, prender, apanhar ou impedir a procriação das aves, sendo passivo de multa que é aplicada pela polícia ambiental com o valor de R$500,00 por ave, além de reclusão. E atenção a lei não é apenas para as maritacas, em caso espécies que fazem parte da lista de animais em extinção, a multa passa a ser R$5.000,00 por ave.

Dessa forma, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente faz um apelo para que as pessoas não retirem os animais do ninho, deixe-os chocar os ovos e depois, quando abandonarem o ninho, verifiquem os detalhados e tampe todos os locais que dão acesso ao forro, isso vai impedir que o casal volte para o local quando for se reproduzir novamente.


Veja um vídeo produzido pela TV Tem, no ano passado, com o veterinário da SAMA Matheus Berno: https://youtu.be/7cSUjRBul6g
Fonte: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Autor: Andreza Sega
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia