Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
25
25 SET 2023
CAMPANHA MENSAL
SAÚDE
250 visualizações
Setembro Vermelho: prevenção contra doenças cardiovasculares
enviar para um amigo
receba notícias
As doenças cardiovasculares, como doença coronariana, hipertensão arterial, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca, são algumas das principais causas de morte em todo o mundo.
Para conscientizar a população sobre a importância de prevenir e tratar essas doenças, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) instituiu o Setembro Vermelho, uma ação que busca disseminar informações fundamentais sobre a saúde do coração e incentivar a adoção de hábitos saudáveis.

Para entender as doenças cardiovasculares, é importante conhecer o funcionamento do coração e do sistema cardiovascular. O coração é um órgão muscular oco, localizado no centro do peito, ligeiramente inclinado para a esquerda. Ele funciona como uma bomba que impulsiona o sangue para todo o corpo, fornecendo oxigênio e nutrientes às células e removendo produtos de resíduos metabólicos. O coração tem quatro cavidades: dois átrios (átrio direito e átrio esquerdo) e dois ventrículos (ventrículo direito e ventrículo esquerdo).

As doenças cardiovasculares são condições que afetam o coração e o sistema vascular, interrompendo o fluxo sanguíneo adequado e prejudicando a função cardíaca. Compreender o funcionamento do coração é essencial para compreender essas doenças e os riscos associados a elas.

A prevenção envolve o controle de fatores de risco, como hipertensão e colesterol alto.

Conheça algumas doenças que podem acometer o coração e, lembre-se, a prevenção e o cuidado com a saúde são os principais sintomas: 

Infarto Agudo do Miocárdio: O ataque cardíaco
O infarto agudo do miocárdio, comumente conhecido como ataque cardíaco, é uma das principais causas de morte no mundo. Ele ocorre quando o suprimento de sangue para uma parte do músculo cardíaco é interrompido, geralmente devido a um bloqueio nas artérias coronárias.
Os sintomas podem incluir dor no peito, falta de ar, sudorese, náusea e vômitos. O diagnóstico é realizado por meio de exames como eletrocardiograma (ECG) e exames de sangue, que detectam marcadores cardíacos. O tratamento pode envolver medicamentos, angioplastia com stent ou cirurgia de revascularização do miocárdio.

Doença Vascular Periférica: Comprometimento das artérias periféricas
A doença vascular periférica ocorre quando há um estreitamento ou obstrução das artérias que fornecem sangue às extremidades do corpo, como as pernas. Os sintomas incluem dor nas pernas ao caminhar (claudicação intermitente), feridas que não cicatrizam e perda de sensibilidade nas extremidades. O diagnóstico envolve exames de imagem, como ultrassonografia vascular. O tratamento pode incluir mudanças no estilo de vida, medicamentos para controlar fatores de risco, angioplastia e cirurgia vascular.

Acidente Vascular Cerebral: O derrame cerebral
O acidente vascular cerebral (AVC) ou Derrame cerebral, ocorre quando o suprimento de sangue para uma parte do cérebro é interrompido, causando danos ao tecido cerebral. Os sintomas incluem fraqueza facial, dificuldade para falar, perda de visão e desequilíbrio. O diagnóstico é realizado por meio de exames de imagem, como tomografia computadorizada ou ressonância magnética. O tratamento de emergência pode envolver medicamentos para dissolver coágulos (se for um AVC isquêmico) ou procedimentos para remover coágulos (se for um AVC hemorrágico).

Cardiomegalia: doença do coração grande
A cardiomegalia, ou “doença do coração grande,” é caracterizada pelo aumento anormal do tamanho do coração. Isso pode prejudicar a capacidade do coração de bombear sangue de forma eficaz. Os sintomas podem incluir falta de ar, inchaço nas pernas e tornozelos, fadiga e ritmo cardíaco irregular. O diagnóstico geralmente envolve exames de imagem, como ecocardiograma. O tratamento depende da causa subjacente e pode incluir medicamentos, mudanças no estilo de vida e cirurgia.

Exames de prevenção contra doenças cardiovasculares
Existem vários exames de prevenção que podem ajudar a avaliar o risco de doenças cardiovasculares e a identificar problemas precocemente. O tipo de exame e a frequência recomendada podem variar dependendo da idade, do histórico médico pessoal e familiar e dos fatores de risco individuais. Aqui estão alguns dos exames mais comuns usados na prevenção de doenças cardiovasculares:
  • Monitoração de Pressão Arterial: A medição da pressão arterial é um exame simples e importante. A hipertensão (pressão alta) é um fator de risco significativo para doenças cardíacas e acidente vascular cerebral (AVC). Deve ser monitorada regularmente, pelo menos uma vez por ano, ou com mais frequência se você já tem pressão alta ou outros fatores de risco.
  • Colesterol Total e Frações HDL, LDL e VLDL: O perfil lipídico mede os níveis de colesterol total, HDL (colesterol bom) e LDL (colesterol ruim). Níveis elevados de LDL e baixos de HDL podem aumentar o risco de doenças cardíacas. Recomenda-se que adultos façam essa medição a cada 4 a 6 anos, mas com maior frequência se houver fatores de risco.
  • Glicose e Glicemia de Jejum: O teste de glicose em jejum avalia o nível de açúcar no sangue e ajuda a identificar o diabetes, que é um fator de risco para doenças cardiovasculares. A frequência desse exame depende do seu histórico médico e de outros fatores de risco.
  • Eletrocardiograma ECG: Este exame registra a atividade elétrica do coração e pode identificar arritmias cardíacas e outras anormalidades elétricas. É frequentemente realizado como parte de um check-up de rotina ou se houver sintomas cardíacos.
  • Ecocardiograma: Este é um ultrassom do coração que fornece imagens detalhadas das estruturas cardíacas e da função cardíaca. É usado para avaliar problemas estruturais e funcionais do coração.
  • Teste Ergométrico: Esse teste monitora a resposta do seu coração ao exercício físico. É usado para avaliar a capacidade de exercício, detectar arritmias e avaliar a função cardíaca durante o esforço.
  • Angiografia Coronariana por Tomografia Computadorizada (Angio-TC): Esse exame de imagem ajuda a avaliar a presença de obstruções nas artérias coronárias, o que pode indicar doença arterial coronariana.
  • Ressonância Magnética Cardíaca (RMC): A RMC fornece imagens detalhadas do coração e é útil na avaliação de várias condições cardíacas, incluindo doenças da válvula e problemas estruturais.
Exames Laboratoriais de Inflamação: Alguns exames laboratoriais, como a proteína C-reativa (PCR) de alta sensibilidade, podem ser usados para avaliar o nível de inflamação no corpo, que está ligado ao risco de doenças cardiovasculares.

Hábitos de vida saudáveis
A prevenção das doenças cardiovasculares começa com a adoção de hábitos de vida saudáveis. Isso inclui:
  • Alimentação balanceada: Reduzir o consumo de gorduras saturadas, sal e açúcares refinados, e aumentar a ingestão de frutas, vegetais e grãos integrais.
  • Atividade física: Exercitar-se regularmente ajuda a manter um peso saudável, reduzir a pressão arterial e melhorar a saúde cardiovascular.
  • Controle do estresse: Praticar técnicas de gerenciamento de estresse, como meditação e ioga, pode reduzir os riscos cardiovasculares.
  • Abandono do tabagismo: Parar de fumar é uma das melhores coisas que alguém pode fazer pela saúde do coração.
  • Monitoramento de fatores de risco: Manter níveis saudáveis de pressão arterial, colesterol e glicose no sangue é essencial.
  • Check-up cardiológico: Consultar um cardiologista regularmente, especialmente se houver fatores de risco, é fundamental para a detecção precoce e a prevenção.
Fonte: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Autor: Divulgação
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia