Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
15
15 NOV 2023
SAÚDE
149 visualizações
Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)
enviar para um amigo
receba notícias
Confira informações sobre a doença e sua prevenção.
O Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é organizado pela Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD) em colaboração com profissionais de saúde e grupos de pacientes com DPOC em todo o mundo e é uma data móvel, celebrada sempre na terceira quarta feira do mês de novembro. Seu objetivo é aumentar a conscientização, compartilhar conhecimentos e discutir maneiras de reduzir a carga da doença em todo o mundo.

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) constitui um grupo de doenças respiratórias que inclui a bronquite crônica (estreitamento das vias aéreas e paralisação da atividade dos cílios) e o enfisema (danos irreversíveis nos alvéolos), intimamente relacionadas ao tabagismo.

O cigarro é responsável pela imensa maioria dos casos. A constante exposição a elementos irritantes, como poeira, poluentes do ar e vapores químicos, também pode contribuir para o aparecimento da doença.

A DPOC é uma doença insidiosa de instalação lenta. Geralmente, o primeiro sintoma é uma discreta falta de ar (dispneia) associada a esforços como subir escadas, andar depressa ou praticar atividades esportivas.

Com o passar do tempo, a falta de ar vai se tornando mais intensa e aparece por esforços cada vez menores. Nas fases mais avançadas, a falta de ar se manifesta mesmo com o doente em repouso e se agrava muito diante das atividades mais corriqueiras. Tosse produtiva e encurtamento da respiração são sintomas que também podem estar presentes nos quadros de doenças pulmonares obstrutivas.

Parar de fumar é a única forma de impedir o declínio progressivo da função respiratória. Chicletes, adesivos de nicotina e drogas antidepressivas associados a terapias comportamentais são de grande utilidade para o tratamento da dependência de nicotina nos portadores de DPOC.

Diversos estudos demonstraram que, nos casos mais graves, o único tratamento médico capaz de aumentar a sobrevida das pessoas com a doença é a oxigenioterapia. Técnicas fisioterápicas de reabilitação respiratória aumentam a resistência aos esforços e melhoram a qualidade de vida, mas, aparentemente, não prolongam a sobrevida.

Recomendações:
  • Evite fumar. Dependendo de quanto os pulmões estejam afetados, parar de fumar pode reduzir ou mesmo eliminar os sintomas da bronquite crônica e impedir a progressão do enfisema, embora não reverta o processo já instalado. Os danos aos alvéolos são permanentes, por isso os sintomas do enfisema não desaparecem;
  • Não se auto engane. Se você é fumante, considere que a dependência de nicotina pode levá-lo a tornar-se dependente dos outros para as tarefas mais insignificantes e corriqueiras;
  • Fique atento: todos os pacientes de DPOC devem receber anualmente a vacina contra a gripe e a contra o pneumococo, para evitar que a concomitância de processos infecciosos agrave o quadro respiratório;
  • Saiba que o aumento progressivo da longevidade ocorrido na segunda metade do século XX e o enorme contingente de fumantes colocaram a DPOC entre as cinco enfermidades mais prevalentes nos países industrializados e em certas regiões do Brasil.
Fonte: Ministério da Saúde
Fonte: Ministério da Saúde
Autor: Divulgação
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia