Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Tiktok
Rede Social Twitter
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
11
11 OUT 2022
SAAE
234 visualizações
SAAE: Aumento na conta, se não é consumo, pode ser vazamento
enviar para um amigo
receba notícias
Confira as dicas do SAAE sobre o que fazer quando a conta aumenta, mas o consumo aparentemente segue igual.
Certamente você já ouviu frases do tipo: "não fica ninguém em casa e minha conta está aumentando", "troquei o hidrômetro e minha conta subiu", "meu hidrômetro continua 'rodando' mesmo com as torneiras fechadas". Essas são reclamações que chegam diariamente ao balcão de atendimento do Serviço Autônomo de Águas e Esgotos e que podem ser evitadas quando entendemos que, nesses casos, alguma coisa pode estar errada na rede interna do imóvel, afinal, muitas vezes, pequenos vazamentos geram um aumento significativo na conta. Daí a importância de ficar atento aos sinais e usar o hidrômetro a seu favor. Aumento na conta, se não é consumo, pode ser vazamento.
Toda vez que você abre o chuveiro ou liga a máquina de lavar roupas, o hidrômetro da sua casa começa a registrar o volume de água utilizado na ação. O relógio, como também é chamado, mede o consumo do imóvel em tempo real e é um grande aliado na luta contra o desperdício.
Por meio da leitura do hidrômetro é possível monitorar o padrão de consumo mensal de água na sua residência, uma informação que não só ajuda a manter as contas sob controle como também facilita a identificação de possíveis vazamentos ou quaisquer ocorrências que gerem alterações significativas na sua média de consumo. 
Nem sempre o vazamento é percebido a olho nu, mas o fato de não o encontrar não significa que ele não exista. 
Em caso de vazamento interno não aparente, ou seja, os subterrâneos e os ocorridos nas tubulações embutidas, o SAAE orienta que o mesmo seja consertado pelo dono do imóvel, por meio de um profissional de sua confiança para que, posteriormente, comprovada a realização do serviço e de declaração assinada pelo profissional, possa ser requerido junto à Autarquia a vistoria e o pedido de revisão de contas. 
 Importante destacar que nos casos de vazamento de torneiras e chuveiros, registros em geral, válvulas de descarga, caixas de descargas acopladas, suspensas e caixinhas de descarga, e equipamentos de aquecimento de água embutidos ou não em paredes não há previsão legal para revisão da fatura de consumo de água e esgoto. 

Fique de olho!
A leitura do hidrômetro é feita todos os meses pelo leiturista autorizado e identificado do SAAE, mas você também pode fazer o controle individual do seu consumo, compreender sua rotina e descobrir quais mudanças de hábitos ajudam na redução de sua conta de água. Além disso, acompanhar o seu hidrômetro de perto também é uma forma de identificar a possibilidade de algum vazamento, portanto, fique atento!
Identifique o número de medição que consta na sua última conta de água. Subtraia a medição da conta do número que consta na leitura atual do seu hidrômetro. Para o cálculo, considere somente os números pretos e desconsidere os demais. Agora você já sabe quanto consumiu desde a sua última conta de água.
Em caso de problemas com seu hidrômetro ou dúvidas sobre a leitura, entre em contato com o SAAE e evite problemas futuros.
 
Assinatura 4 logos
Fonte: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Autor: Assessoria SAAE
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia