Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
19
19 MAI 2023
CULTURA
297 visualizações
Pontos Mis Em casa - Bate-papo de Cinema Pontos MIS - Horas de museu
enviar para um amigo
receba notícias
O filme pode ser assistido por meio de link, a partir das 18h até às 18h do dia 21 de maio.

O Bate-papo de Cinema Pontos MIS realiza exibições de filmes acompanhados de debate, buscando trazer membros da equipe dos filmes, pesquisadores da área, críticos de cinema e jornalistas para discutir sobre a obra e apresentar curiosidades sobre a produção. 

Neste fim de semana, o projeto exibe on-line “Horas de museu” (dir. Jem Cohen, Áustria e Estados Unidos da América, 2013, 107 min, 16 anos). Ambientando em um museu, o filme é primeiro longa de ficção do norte-americano Jem Cohen. Participa da conversa o consultor de arte e curador do Paço das Artes, Renato De Cara. A mediação da conversa é da diretora e roteirista Giuliana Monteiro.  

O filme pode ser assistido por meio deste link, a partir das 18h do dia 19 de maio até as 18h do dia 21 de maio. Bate-papo ao vivo no dia 20.05, às 18h, no canal do MIS no YouTube.

Sobre o filme
Horas de museu 

(dir. Jem Cohen, Áustria e Estados Unidos da América, 2013, 107 min, 16 anos) 
Quando um guarda de um museu em Viena faz amizade com uma visitante enigmática, o grande Museu de Arte Kunsthistorisches se torna uma encruzilhada misteriosa que estimula a exploração de suas vidas, da cidade e das maneiras pelas quais as obras de arte refletem e moldam o mundo em nossa volta. 

Sobre o convidado
Renato De Cara 
é formado em Jornalismo pela PUC/SP em 1985. Interessado em arte, cultura e moda, especializou-se em estética contemporânea, produzindo, escrevendo, editando e fotografando para marcas e veículos de comunicação. Colaborou para jornais como Folha de S.Paulo e O Estado de São Paulo; revistas como Vogue, World Fashion, Select e Bravo; e estúdios de criação.  

Em 2006 criou a Galeria Mezanino e até 2017 produziu e curou exposições individuais e coletivas, apresentando novos nomes e resgatando artistas em meio de carreira, cruzando linguagens e propondo novas abordagens no mercado de arte contemporânea.   

Em 2018 foi convidado pela Secretário de Cultura da cidade de São Paulo, André Sturm, para assumir a direção do Departamento de Museus da Cidade, com 15 equipamentos em casas e prédios históricos, além de um importante acervo fotográfico, de bens móveis, de memória oral e, também, de arte popular, folclórica e etnográfica. Em um ano realizou 12 exposições, em espaços como o Pavilhão das Culturas Brasileiras, Capela do Morumbi, Casa do Bandeirante, Casa da Imagem, Solar da Marquesa de Santos e Chácara Lane, entre outros pertencentes ao Museu da Cidade de São Paulo.  

De 2020 a 2022 colaborou com conteúdo de artes visuais para o Centro Cultural b_arco e também para a galeria de arte contemporânea de mesmo nome.   

Hoje é curador do Paço das Artes em SP e oferece consultoria de arte e mentoria para variados clientes, artistas e instituições privadas. 

Sobre a mediadora: 
Giuliana Monteiro
 é roteirista e diretora, mestre em produção de filmes pela faculdade de Nova York Tisch School of the Arts, onde dirigiu e roteirizou diferentes projetos audiovisuais. Atualmente trabalha em dois filmes: o seu primeiro longa-metragem ficcional, “Estrada para livramento”, que tem o apoio do fundo Spike Lee para desenvolvimento e da fundação San Francisco Film Society e, também, na finalização do longa-metragem documental “Bento”.  

Fonte: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Autor: Andreza Sega
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia