Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
08
08 NOV 2023
CAMPANHA MENSAL
SAÚDE
433 visualizações
Novembro Dourado: Conscientização sobre o câncer infanto-juvenil
enviar para um amigo
receba notícias
Pela conscientização e o diagnóstico precoce da doença em crianças e adolesecntes.
Novembro Dourado enfatiza a importância do diagnóstico precoce do câncer em crianças e adolescentes, sendo o  Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil celebrado no dia 23 deste mês, com sua data sendo instituída pela Lei nº 11.650, de 4 de abril de 2008. 
Em torno de 70% das crianças e adolescentes (0 a 19 anos) acometidos de câncer podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados.
O câncer representa a primeira causa, de morte por doença, entre crianças e adolescentes (0 a 19 anos) no Brasil.
A incidência do câncer pediátrico é de aproximadamente 16 para cada 100 mil habitantes, menores do que 19 anos, o que leva à estimativa de 12 mil casos novos por ano no Brasil. Estima-se que menos da metade dos casos cheguem aos centros de tratamento multidisciplinar especializados.

Mutações adquiridas e câncer do crescimento
De modo diverso do câncer nos adultos, em crianças e jovens a doença não está diretamente associada a fatores de risco externos. A maior parte das neoplasias malignas que ocorrem nas crianças decorre de alterações no DNA que aconteceram antes do nascimento ou no início da vida da criança. E quando o processo de divisão celular não é perfeito essa mutação genética é chamada adquirida.
Nas crianças, são raras as formas de cânceres familiares ou hereditários. Por essa razão, o câncer da criança é chamado câncer do crescimento e tem correlação, em sua maioria, com a fase embrionária.

Confira os principais sinais de alerta para o câncer infanto-juvenil:
  • Febre persistente sem causa aparente e que não melhora com antibióticos ou medicamentos;
  • Perda de peso recente sem causa conhecida;
  • Manchas roxas na pele sem causa conhecida;
  • Pressão alta;
  • Dor de cabeça matutina frequente;
  • Fraqueza ou paralisia de um lado do rosto ou corpo;
  • Glandeos aumentados (ínguas)
  • Reflexo branco no olho ao tirar fotografia com flash;
  • Inchaço em um dos olhos, olho torto ou estrabismo;
  • Inchaço nas gengivas, amolecimento repentino dos dentes com perda dentária anormal para a idade;
  • Falta de ar sem histórico de febre, asma ou alergia;
  • Presença de sangue na urina;
  • Aumento do tamanho de um ou dos dois testículos;
  • Barriga inchada e endurecida;
  • Desenvolvimento puberal muito adiantado para a idade;
  • Dor óssea persistente ou progressiva;
  • Dor ou inchaço nas articulações sem causa conhecida;
  • Aparecimento de inchaço, nódulo, "bola" em alguma parte do corpo sem relação com trauma.
 

Quando é necessário procurar um médico?
As causas são indefinidas, difíceis de prevenir. Também não apresentam sinais específicos, pois, nas fases iniciais da doença, os sintomas podem ser confundidos com os de outras enfermidades (por exemplo, febre, palidez).
Pais, responsáveis e pessoas que convivem com as crianças, como avós, tios e professores, podem contribuir para identificar os primeiros sintomas, mas é importante salientar que não significa que a criança ou o adolescente tenha câncer. Várias outras doenças podem causar esses sinais. Por essa razão, somente um médico poderá indicar o momento de iniciar uma investigação mais especializada para o diagnóstico preciso.


Fonte: Unifesp e GRAAC
Fonte: Unifesp e GRAAC
Autor: Divulgação
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia