Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
05
05 NOV 2021
TURISMO
386 visualizações
Prefeitura realiza audiência pública apresentando projeto de revisão do plano diretor de turismo
Foto Noticia Principal Grande
A partir da esquerda estão: Secretário Bruno Severino, Prefeito João Carlos dos Santos, Secretário Fábio Bonassa e Presidente do COMTUR, Eduardo Cabrini
PROCESSANDO ÁUDIO
Reunião aconteceu na Câmara Municipal e foi disponibilizada em ambiente virtual
Garça é MIT – Município de Interesse Turístico - desde 2.019. O projeto foi aprovado pela ALESP – Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. E, para atender à lei estadual 1.261/2015 que trata das Estâncias Turísticas e Municípios de Interesse Turístico – aconteceu na noite de quinta-feira, 4 de novembro, a audiência pública de apresentação do projeto de revisão do PDT – Plano Diretor de Turismo – para o triênio 2.022/2.024.
O evento foi realizado no plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Garça e transmitido pela plataforma e-democracia, You Tube e Facebook da Câmara.
A íntegra da audiência está disponível no canal do You Tube da Câmara. No vídeo a audiência começou aos 15:50 m. Clique aqui para acessar.

Disponibilização para consulta e sugestões do PDT
O projeto de revisão do PDT de Garça ficará disponível por 15 dias, até 19 de novembro, para consulta e sugestões. Aqueles que estiverem interessados em conhecer o projeto e realizar sugestões podem acessar clicando aqui.
https://www.garca.sp.gov.br/formularioplanodiretor.

Participações na audiência pública
Participaram representando a AMITESP – Associação das Prefeituras dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de São Paulo -, o gerente executivo, José Roberto Zem e o representante jurídico da instituição, Dr. Ivando César Furlan.
O Prefeito João Carlos dos Santos esteve presente e falou sobre as políticas públicas do turismo. “Os importantes recursos enviados para Garça pelo governo do estado referentes ao título de MIT são ao redor de R$ 370 mil por ano para melhorar nossa infraestrutura turística. Para que o desenvolvimento aconteça mais rapidamente nós inserimos na previsão orçamentária para 2.022 um valor de R$ 470 mil dos cofres municipais com o mesmo objetivo. Houve um aumento de três vezes em relação ao ano anterior, e isto mostra a nossa certeza de que o turismo alavanca o crescimento e o desenvolvimento do município, com geração de riqueza, de oportunidades, novos postos de trabalho e, principalmente, opção de viver momentos felizes para as pessoas que nos visitarem”.
O Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Bruno Henrique Severino, falou sobre "turismo é desenvolvimento econômico".
O Presidente do COMTUR - Conselho Municipal de Turismo -, Eduardo Cabrini, detalhou todo trabalho realizado pelos ativos conselheiros, mostrando que as reuniões aconteceram, mesmo em época de pandemia.
A Diretora de Turismo, Márcia Cristina Praxedes, detalhou o inventário da oferta turística, tanto público como privado.
A Profª Dra. Luana Maia Woida, da FATEC de Garça, explicou os estudos de demanda turística realizados em 2.018 e 2.019, com a finalidade de detectar os pontos fortes e fracos dos eventos para torná-los mais eficientes e competitivos, ou seja, onde os promotores dos eventos podem e devem atuar para obterem um resultado melhor. As análises foram realizadas no Cerejeiras Festival e no Moto Rock.
A técnica utilizada foi a SWOT elaborada pelo norte-americano Albert Humphrey durante o desenvolvimento de um projeto de pesquisa na Universidade de Stanford entre as décadas de 1960 e 1970. O termo em inglês SWOT é um acrônimo de Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Em português a ferramenta é chamada de FOFA - Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças.
O Dr. Vicente Aranha Conessa, advogado e turismólogo, falou sobre a revisão do Plano Diretor de Turismo, e como representante do Piramba, sobre os investimentos em produtos turísticos que já estão sendo realizados na cidade. “O que já aconteceu e está acontecendo em Garça é uma preparação para o momento pós-pandemia. Investimentos, cursos, desenvolvimento de novos produtos. Tudo isto é muito importante e vai refletir lá na frente”, disse Vicente.

Participação dos garcenses com perguntas
A audiência foi aberta a perguntas das pessoas que acompanhavam o evento virtualmente. É importante registrar que a única representante do legislativo que acompanhou a audiência e participou com perguntas foi a vereadora Elaine Oliveira Cândido.
Uma das perguntas chamou a atenção e foi respondida pelo Prefeito João Carlos dos Santos. A dúvida era a respeito da permanência da cidade entre os MIT – Municípios de Interesse Turístico. Leia abaixo a resposta do Prefeito à indagação, que se dirigiu na sua explanação a dois vereadores.
“Na última sessão da Câmara, a 36ª, um vereador, talvez sem informação, trouxe a notícia que a classificação de Garça no ranking do MIT é muito tímida, que nos levava à perda da certificação. Trata-se de um jovem vereador, com um mandato ainda muito recente, e que não conhece ainda o trabalho que tem sido feito, não só pela administração municipal mas também com a participação da sociedade, visto o que foi exposto nesta noite. Em função deste comentário muito negativo trazido pelo vereador Adhemar, que acredito que não teve a intenção de depreciar mas sim de poder dar um contribuição, mas talvez de uma forma equivocada e desinformada. Eu acredito que ele tenha condição de rever o posicionamento dele. Mas o que nos preocupa, e aqui eu peço perdão em nome do poder público e em nome de todas as pessoas, é o que está na postagem do vereador Fábio Polisinani, que foi muito infeliz na forma de conduzir, desprestigiando todo esse trabalho. O grande problema é a desinformação. E é isto que gostaria de corrigir, e tenho certeza que o Poder Legislativo também pode dar a sua contribuição. Eu gostaria muito de estar contando com a presença de todos os vereadores trabalhando muito forte com a gente. Então a gente vê comentários como este que trata de mentiras da administração e eu quero dizer aqui que o vereador está completamente equivocado, que se precipitou na forma de aproveitar as falas do vereador que estava desinformado. Eu acredito que o vereador que estava mal informado foi usado pelo vereador que estava mal intencionado. Sempre tem este problema. Isto leva a desinformação à população, frustra o trabalho das pessoas que estão se empenhando e que sabem a forma como nós estamos conduzindo. É muito importante lembrar das pessoas que nos levaram a estar nesta situação neste processo. Eu vi na infeliz publicação o comentário do ex-vereador e nosso amigo, Julinho Filho, que fez um requerimento para a Deputada Rita Passos pedindo a inclusão de Garça como MIT desde 2.015. Nós tivemos a oportunidade de resgatar este projeto, trabalhar nele desde 2.017. Fomos muito acolhidos pela Deputada Rita Passos que nos auxiliou muito na aprovação do nosso projeto em 2.019, fruto de muito trabalho em 2.017 e 2.018, e que estamos trabalhando muito confiando neste projeto. Então eu quero aqui lamentar o posicionamento do vereador. Eu acho que foi uma triste e infeliz publicação no sentido de depreciar e quero dizer pra ele que nós estamos muito bem classificados, de 140 estamos na posição 52 entre os municípios de interesse turístico, com a pontuação de 60,75. Como o próprio colega Beto Zem da AMITESP comentou, é a mesma pontuação de uma cidade que é estância turística, que é Holambra. Então eu fico muito grato e reconheço o esforço das pessoas que estão envolvidas neste projeto, a crença e a vontade de querer construir. Não é fácil construir e eu lamento e peço desculpa a todos vocês pela infeliz propagação de inverdades e mentiras que levam à desinformação e que fazem com que a nossa sociedade, a nossa cidade que tem que avançar tenha que, infelizmente, ter que suportar situações onde a desinformação por interesse político na desconstrução prevalece. Nós sabemos o caminho que queremos, nós sabemos o esforço que temos e também o apoio de vocês. Então fica aqui, mais uma vez, o meu pedido de desculpas, porque que sei que o que foi comentado na página do Facebook é uma infeliz postagem de uma pessoa que sempre contribui negativamente e sempre depreciando qualquer tipo de atividade. Peço desculpas pela minha rispidez mas é impossível admitir uma situação dessa vendo o esforço e o trabalho de todos. E posso dizer para o vereador mal intencionado que, entre 140 municípios nós ocupamos a posição 52, e isso é fruto não do trabalho desta gestão, mas do trabalho da sociedade, fruto da participação de vocês, do conselho municipal e, claro, do apoio da Prefeitura. Eu gostaria muito que todos os vereadores tivessem a mesma intenção, de propagar a verdade e o esforço das pessoas. Eu jamais vi este vereador participar de um evento, de uma audiência pública ou mesmo fazer uma contribuição que pudesse ser aproveitada. Peço desculpas, mais uma vez”, disse o Prefeito.     

 
Autor: Fábio Bonassa
Local: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Seta
Versão do Sistema: 3.1.9 - 17/01/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia