Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
14
14 NOV 2023
CULTURA
FESTAS E EVENTOS
507 visualizações
Circuito SESC se apresenta em Garça no dia 26 de novembro
enviar para um amigo
receba notícias
Confira a programação completa.
Com uma extensa programação nas áreas de música, dança, circo, teatro, cinema, literatura, artes visuais e tecnologias, o Circuito Sesc de Artes chega a 2023 levando uma programação gratuita com espetáculos, intervenções, mediações de leitura e oficinas, às praças, ruas e parques de 123 cidades do estado de São Paulo. 

Realizado pelo Sesc São Paulo em parceria com prefeituras municipais e sindicatos do comércio, serviços e turismo locais, o evento reúne 75 trabalhos artísticos distribuídos em seis finais de semana entre os dias 21 de outubro e 26 de novembro. Garça receberá as atividades no dia 26 de novembro, domingo, das 16h às 20h, com Complexo Turístico do Lago Artificial J. J. Williams.

Fruto de uma curadoria coletiva, feita com as unidades do Sesc no estado, a escolha das atrações mostrou um olhar atento para a diversidade e a representatividade. Serão mais de 700 atividades divididas em 12 roteiros diferentes, que percorrerão municípios da Grande São Paulo, interior e litoral paulista abrangendo todas as idades e interesses.

Confira as atividades:

DJ Shareid 
Coletivo Tutu (SP)

Integrante do Coletivo Tutu desde 2007, o DJ Shareid apresenta o resultado de mais de vinte anos de pesquisas musicais em uma seleção que combina sons brasileiros, soul e funk, com muita influência de ritmos latinos. Originário de Ribeirão Preto, o grupo tornou-se conhecido pela diversidade sonora que mostra em festas e eventos. Curiosidade: o Coletivo Tutu foi batizado com o nome de um álbum do trompetista e compositor estadunidense Miles Davis (1926-1991), referência para o jazz mundial. 

Semeando histórias indígenas – Povo guarani 
Anélita Núñez, Jeff Nefferkturu, Gabriela Núñez (SC/SP)

A mediação de leitura inclui duas narrativas do povo guarani, além de histórias sobre o surgimento de algumas brincadeiras, como o jogo de peteca e a queimada da onça e da galinha. Acompanhada pelo músico Jeff Nefferkturu e pela artista e professora Gabriela Núñez, a indígena Anélita Núñez promove a interação com o público, convidado a fazer desenhos, e ajuda a expandir as referências sobre os povos originários, conscientizando contra o racismo. 

Festa das flores
Cosmic Dance Brasil (SP)

A história do povo das flores é interpretada por atores que rumam em direção ao “centro da terra” para fortificar as raízes e revitalizar sua seiva com muito riso, movimentos e música ao vivo. Para germinar o que há de melhor, todos brotam para fora e o público é convidado a brincar com os “pólens coloridos” em um rito coletivo inspirado no “holi”, o festival das cores que marca a chegada da primavera na Índia e simboliza a vitória do bem contra o mal na mitologia hinduísta. 

Circo secreto 
Cia. Mevitevendo (SP)

Com música, máscaras e bonecos, os atores Cleber Laguna e Marcia Fernandes prestam homenagem ao universo do circo e apresentam uma intervenção ambulante sem palavras inspirada pela atmosfera dos sonhos. A sereia voadora, os irmãos desequilibristas, o homem que perdeu a cabeça e a bailarina mais antiga do mundo são personagens misteriosos de um lugar mágico e encantador que surge no espaço da encenação e retrata situações inesperadas e divertidas. 

Dá jogo! Jogos digitais e analógicos 
Game Arte e Máquina Tudo (SP)

Em um diálogo entre jogos físicos e digitais, a atividade combina desafios criados por dois coletivos. Pensados para circular em espaços públicos, “É doce!” e “Ilê”, do Game e Arte, apresentam narrativas afrofuturistas que percorrem memórias negras ancestrais. Uma das vivências do Máquina Tudo propõe disputas que requerem velocidade, precisão e estratégia. A outra ensina a produzir tabuleiros de jogos tradicionais africanos a partir de carimbos e outras ferramentas manuais de impressão. 

Maiador 
Cia Delá Praká (RJ)

Baião e samba de roda embalam as acrobacias, números de equilíbrio e movimentos de capoeira que compõem o espetáculo, inspirado na cultura regional brasileira. Feitas em dupla, as sequências exibem sincronia e evocam a atmosfera de acolhimento característica do maiador, um lugar de amparo para o gado na roça nordestina. A cada nova apresentação, o grupo recria territórios de refúgio e de encontros e incentiva o público a participar, batendo palmas ou cantando os refrões.
Fonte: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Autor: Andreza Sega
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia