Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
01
01 ABR 2024
BIBLIOTECA
CULTURA
311 visualizações
Teatro: “A imensidão íntima das coisas” terá duas sessões dia 10
enviar para um amigo
receba notícias
Ingressos disponíveis para retirada gratuita na Biblioteca a parir do dia 3 de abril.
O Teatro Municipal Sala Miguel Mônico receberá a peça “A imensidão íntima das coisas”, no dia 10 de abril, com exibição em duas sessões, uma às 10h30 e outra às 13h30. A peça tem classificação 14 anos e os ingressos estarão disponíveis para retirada a partir do dia 3 de abril.
 
A trama apresenta a história de "Ela", uma escritora de biscoitos chineses que desenvolveu a habilidade surpreendente de ouvir a micro conversa telefônica de sua célula com um micróbio, amigos de infância. Ouve também discussões entre o intestino grosso e o delgado e as memórias de sua célula cardíaca.
 
A peça explora as possibilidades que surgem quando uma pessoa pode ouvir seu próprio corpo. Será que essa habilidade pode despertar a força de libertá-la de tendências fundamentalistas e castradoras, fazê-la transgredir a repressão social, religiosa e capitalista, ou mesmo levá-la a uma delirante e poética escuta do mundo, de outras espécies e das substâncias?
 
O espetáculo é narrado pela psicanalista P, que acompanha o caso e conta como o fenômeno lança "Ela" em uma aventura por dentro de si mesma. A exposição pública é praticamente uma vivência de psicodrama, realizada por uma atriz e um ator, que interpretam os personagens mais originais da dramaturgia molecular: células, micróbios, vírus e órgãos.
 
A dramaturgia experimental é estruturada de forma cômica, escorregadia, desviante, cheia de ironia e com os dois pés fincados na metalinguagem. "A Imensidão Íntima das Coisas" não busca respostas, mas sim fazer perguntas.
 
Ficha técnica
Dramaturgia: Ana Paula Lopez
Orientação de criação dramatúrgica: Silvia Gomez e Ângela Ribeiro
Núcleo de direção: Fabrício Licursi, Thiago Amaral e Ana Paula Lopez
Elenco: Alessandro Hernandez, Ana Paula Lopez, Fernanda Castello Branco e Lilian Regina
Direção de Arte: Thiago Amaral
Iluminação: Fabrício Licursi
Direção Audiovisual e ilustrações: Sol Faganello.
Ilustrações do Vídeo e Programa: Bruno José
Trilha Sonora Original: Camila Couto
Técnico de Luz e operador de projeção: Maurício Mateus
Operador de trilha sonora: Ivan Alves
Produção: Alessandro Hernandez, Fernanda Castello Branco e Ana Paula Lopez
Assistência de Produção: Yumi Ogino
Realização: La Leche, Perereca Produções e Garagem Criativa
 
Fonte: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Autor: Andreza Sega
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia