Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
06
06 OUT 2023
CAMPANHA MENSAL
198 visualizações
Outubro Rosa: mês de prevenção ao câncer de mama
enviar para um amigo
receba notícias
A mulher nesta faixa etária (50 a 69 anos) deve procurar sua unidade de referência e solicitar o agendamento do exame, que será feito na própria unidade de saúde. A interessada sairá da unidade de saúde com data e horário do exame que será realizado no Hospital São Lucas.
O movimento internacional de conscientização para a detecção precoce do câncer de mama, Outubro Rosa, foi criado no início da década de 1990, quando o símbolo da prevenção ao câncer de mama — o laço cor-de-rosa — foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA) e, desde então, promovida anualmente.

O período é celebrado no Brasil e no exterior com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama, a fim de contribuir para a redução da incidência e da mortalidade pela doença.

Sintomas:
Os principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

Fatores de risco
Não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos fatores estão relacionados ao desenvolvimento da doença entre as mulheres, como: envelhecimento, determinantes relacionados à vida reprodutiva da mulher, histórico familiar de câncer de mama, consumo de álcool, excesso de peso, atividade física insuficente e exposição à radiação ionizante.

Os principais fatores são:
  • Comportamentais/Ambientais
  • Obesidade e sobrepeso, após a menopausa
  • Atividade física insuficiente (menos de 150 minutos de atividade física moderada por semana)
  • Consumo de bebida alcoólica
  • Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X, tomografia computadorizada, mamografia etc.)
  • Histórico de tratamento prévio com radioterapia no tórax

Aspectos da vida reprodutiva/hormonais:
  • Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos
  • Não ter filhos
  • Primeira gravidez após os 30 anos
  • Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos
  • Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona)
  • Ter feito terapia de reposição hormonal (estrogênio-progesterona), principalmente por mais de cinco anos

Hereditários/Genéticos
  • Histórico familiar de câncer de ovário; de câncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos; e caso de câncer de mama em homem
  • Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.
  • A mulher que possui esses fatores genéticos tem risco elevado para câncer de mama.

Garça
A Prefeitura de Garça, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, juntamente com as parceiras AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil) e SBCD (Sociedade Brasileira Caminho de Damasco), irão realizar mamografias para as mulheres garcenses com idades de 50 a 69 anos.
A ação começa em outubro, aos sábado, e irá se estender até novembro, de segunda a sexta-feira.
A mulher nesta faixa etária (50 a 69 anos) deve procurar sua unidade de referência e solicitar o agendamento do exame, que será feito na própria unidade de saúde. A interessada sairá da unidade de saúde com data e horário do exame que será realizado no Hospital São Lucas.
Estes agendamentos serão realizados para rastreamento. As mulheres que apresentarem queixas devem procurar sua unidade de saúde para avaliação e conduta.
 
Fonte: Ministério da Saúde
Autor: Divulgação
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia