Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
23
23 OUT 2023
CAMPANHA MENSAL
SAÚDE
301 visualizações
Outubro Roxo: Conscientização sobre a Síndrome de Rett
enviar para um amigo
receba notícias
A doença não tem cura, por se tratar de uma condição genética, mas há tratamentos que aliviam os sintomas e podem oferecer uma melhor qualidade de vida.
A Síndrome de Rett é uma doença genética que provoca uma desordem no desenvolvimento neurológico. Está relacionada a mutações em um gene específico do cromossomo X e ocorre praticamente apenas em meninas.

O médico diagnostica a síndrome de Rett ao observar sintomas durante o crescimento e o desenvolvimento inicial da criança. 

Embora os casos dentro da mesma família sejam raros, a Síndrome de Rett pode ter uma componente hereditária, ou seja, pode ser passada de pais para filhos. Contudo, esses representam menos de 1% dos casos, já que a grande maioria das ocorrências ocorre aleatoriamente.

É necessária uma avaliação contínua do estado físico e neurológico. Testes genéticos para o gene mutado e outros genes são feitos 
para confirmar o diagnóstico.

O gene que sofre as mutações na Síndrome de Rett é o gene MECP2, localizado no cromossomo X. Esse gene é essencial para controlar outras características genéticas, já que está diretamente ligado a uma proteína que bloqueia a ação de outros genes durante o desenvolvimento do sistema nervoso.

Sintomas
O desenvolvimento do bebê nos primeiros 5 meses de vida não aparenta ter nenhuma anormalidade. Os primeiros sinais e sintomas da Síndrome de Rett começam a se manifestar entre o 6º mês e o 2º ano de idade. 
Nessa fase, a criança pode apresentar:
Cansaço excessivo;
Dor de cabeça frequente;
Alterações no apetite;
Lentidão no ritmo de crescimento do crânio;
Perda de capacidades motoras;
Emagrecimento;
Movimentos descoordenados ao andar e movimentar o tronco;
Movimentos estranhos com as mãos, com torções e entrelaçamento dos dedos; e
Quadros de convulsivos.

O melhor tratamento compreende uma abordagem com fisioterapia, terapia ocupacional e terapia da fala/linguagem. A maioria das pessoas com síndrome de Rett necessita de cuidados abrangentes e de programas especiais de educação.

Podem ser administrados medicamentos para controlar as convulsões, ajudar a aliviar problemas respiratórios ou de movimento.

Reavaliações médicas regulares são necessárias para monitorar a progressão de escoliose e para monitorar problemas cardíacos. Em alguns casos, pode ser necessário oferecer suporte nutricional para ajudar crianças afetadas a manter seu peso.
 
Fonte: SECOM - Secretaria de Comunicação e Eventos
Autor: Andreza Sega
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia