Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Notícias no Telegram
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
14
14 NOV 2023
CAMPANHA MENSAL
SAÚDE
143 visualizações
Novembro Azul: Mês de Conscientização sobre a Diabetes
enviar para um amigo
receba notícias
Em caso de dúvida, procure a unidade de saúde de sua referência e faça o acompanhamento para a detecção e tratamento.
O mês de Novembro é marcado pela Comapnha de Conscientização sobre a Diabetes. Hoje, dia 14 de novembro, é o dia principal da campanha, pois é comemorado o "Dia Mundial da Diabetes", que foi instituído em 1991, sendo que a data remete ao aniversário de Frederick Banting, co-descobridor da insulina, juntamente com Charles Best.

Globalmente, estima-se que 422 milhões de adultos viviam com diabetes em 2014, em comparação com 108 milhões em 1980. A prevalência global de diabetes quase dobrou desde 1980, passando de 4,7% para 8,5% na população adulta. Isso reflete um aumento nos fatores de risco associados, como sobrepeso ou obesidade.

Novos números da 10ª edição do Atlas de Diabetes da International Diabetes Federation (IDF) revelam que 537 milhões de adultos em todo o mundo vivem com a doença, mostrando um aumento global contínuo na sua prevalência e confirmando o diabetes como um desafio global significativo para a saúde e o bem-estar de indivíduos, famílias e sociedades.

O centenário da descoberta da insulina (1921-2021) apresenta uma oportunidade única de trazer mudanças significativas para milhões de pessoas que vivem com diabetes e outros milhões que estão em risco.

Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina – hormônio produzido pelo pâncreas responsável pela manutenção do metabolismo da glicose. Sua falta provoca déficit na metabolização da glicose e, consequentemente, diabetes. Caracteriza-se por altas taxas de açúcar no sangue (hiperglicemia) de forma permanente.

Tipos:
  • Tipo 1: causado pela destruição das células produtoras de insulina, em decorrência de defeito do sistema imunológico em que os anticorpos atacam as células que produzem a insulina. Ocorre em cerca de 5 a 10% dos diabéticos.
  • Tipo 2: resulta da resistência à insulina e de deficiência na sua secreção. Ocorre em cerca de 90% dos diabéticos.
  • Diabetes Gestacional: é a diminuição da tolerância à glicose, diagnosticada pela primeira vez na gestação, podendo ou não persistir após o parto. Sua causa exata ainda não é conhecida.
  • Outros tipos: são decorrentes de defeitos genéticos associados com outras doenças ou com o uso de medicamentos.
Podem ser: defeitos genéticos da função da célula beta; defeitos genéticos na ação da insulina; doenças do pâncreas (pancreatite, neoplasia, hemocromatose, fibrose cística, etc.); induzidos por drogas ou produtos químicos (diuréticos, corticoides, betabloqueadores, contraceptivos, etc.).

Principais sintomas do diabetes tipo 1:
  • vontade de urinar diversas vezes;
  • fome frequente;
  • sede constante;
  • perda de peso;
  • fraqueza;
  • fadiga;
  • nervosismo;
  • mudanças de humor;
  • náusea;
  • vômito.

Principais sintomas do diabetes tipo 2:
  • infecções frequentes;
  • alteração visual (visão embaçada);
  • dificuldade na cicatrização de feridas;
  • formigamento nos pés;
  • furúnculos.

Complicações:
O tratamento correto do diabetes significa manter uma vida saudável, evitando diversas complicações que surgem em consequência do mau controle da glicemia. Altas taxas de açúcar no sangue, por tempo prolongado, podem causar sérios danos à saúde: cegueira, insuficiência renal, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral e amputação de membros inferiores.

Tratamento e prevenção:
Uma dieta saudável, atividade física e evitar o uso de tabaco podem prevenir ou retardar o diabetes tipo 2. Além disso, a doença pode ser tratada e suas consequências evitadas ou retardadas com medicamentos, exames regulares e tratamento de complicações.

Em caso de dúvida, procure a unidade de saúde de sua referência e faça o acompanhamento para a detecção e tratamento. O controle da diabetes pode possibilitar uma melhor qualidade de vida.

Fonte: Ministério da Saúde
Fonte: Ministério da Saúde
Autor: Divulgação
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia