Ir para o conteúdo

Prefeitura de Garça - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
CIDADÃO
EMPRESA
EMPRESA
SERVIDOR
SERVIDOR
TRANSPARÊNCIA
TRANSPARÊNCIA
Prefeitura de Garça - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Atendimento whatsApp
Rede Social Canal de Notícias no WhatsApp
Rede Social Tiktok
Rede Social Youtube
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
27
27 MAI 2024
CAMPANHA MENSAL
SAÚDE
134 visualizações
Maio Vermelho: Combate às Hepatites
enviar para um amigo
receba notícias
A prevenção e a vacinação são as melhores formas de se evitar e combater a doença.
O mês de maio é destinado a várias campanhas informativas na área da saúde há duas campanhas chamadas “Maio Vermelho”, uma destinada à saúde Bucal e outra destinada à Hepatites.
 
Maio Vermelho: Combate às Hepatites
Hepatite é uma doença que se caracteriza pela inflamação do fígado, a maior glândula do corpo humano, com 1.400 g e inúmeras funções. O fígado tem uma cor vermelho-escura e produz a bile, fundamental na digestão das gorduras.
Muitas pessoas acreditam que a hepatite é uma doença que ataca apenas as pessoas que abusam do álcool ou de outras drogas, mas sabemos que existem outras maneiras de contrair a doença e que existem várias formas de hepatite.
Em primeiro lugar, a inflamação do fígado pode ser provocada por vários fatores, inclusive por diversos vírus diferentes; em segundo lugar, à medida que conhecemos mais a respeito das várias formas de hepatite, ficamos sabendo que os modos de transmissão dos diversos vírus variam muito e podem acometer pessoas de todas as idades e com hábitos variados.
As formas principais de hepatite a caracterizam como uma doença infecciosa, de modo que devemos evitar a infecção, precavendo-nos como o fazemos em relação a qualquer outra doença transmissível.
 
Sintomas
Os cientistas classificam as hepatites de acordo com o vírus que as provocam. Temos então a hepatite A, hepatites B, C, D, E, F e G, até agora, pois é provável que ainda existam outros agentes infecciosos não identificados.
O principal sintoma da hepatite é a icterícia: cor amarelada da pele e dos olhos. Esta cor é provocada pela alteração do metabolismo da bilirubina, uma das substâncias que compõem a bile.
Outros sintomas e sinais são:
  • urina mais escura;
  • fezes esbranquiçadas;
  • mal estar;
  • dor de cabeça;
  • febre baixa;
  • dores musculares;
  • cansaço;
  • falta de apetite;
  • náusea;
  • vômitos;
  • aversão a alguns alimentos.
Nem sempre os sintomas aparecem todos de uma vez, e, às vezes, a hepatite não oferece nenhum destes sintomas e só pode ser detectada em exames clínicos ou laboratoriais.
 
Transmissão
Os tipos mais importantes de hepatite são os A, B, C e E.
  • As hepatites A e E são transmitidas pela água e por alimentos contaminados.
  • As hepatites B e C são transmitidas pelo sangue, pela saliva, sêmen e por secreções vaginais.
Também podem ser transmitidas por seringas, relações sexuais ou através do contágio da mãe para o bebê durante a gestação. Portanto, os cuidados que devem ser tomados para prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS, são, também, indicados para evitar estas formas de hepatite.
  • A hepatite A é benigna e raramente apresenta complicações.
  • As hepatites B e a C podem caminhar para formas crônicas, estas para a cirrose e está para câncer do fígado. No entanto, o tratamento é eficiente e a grande maioria dos pacientes de hepatite B e C se cura.
 
Prevenção
A prevenção é a arma mais importante contra todas as formas de hepatite e alguns cuidados simples podem prevenir de forma eficiente a contaminação.
  • Para as hepatites A e E água e sabão são as armas mais importantes. Lavar bem as mãos antes das refeições, lavar os utensílios de cozinha, não comer alimentos crus sem lavá-los e embalá-los bem. Caso a água tratada não seja disponível no local, deve-se fervê-la por 30 minutos ou acrescentar uma colher de sopa de água sanitária a cada 5 l de água.
Onde não há saneamento básico, as fezes e o lixo devem ser tratados de maneira adequada: usar fossas sanitárias e embalar e transportar o lixo para locais onde hajam aterros sanitários.
  • As hepatites B e C podem ser prevenidas com o cuidado e o uso adequado de seringas e objetos cortantes. Tomar cuidados higiênicos com tatuagens, piercings e acupuntura, e sempre usar e exigir o uso de material descartável. Além disso, e como estas formas de hepatite são sexualmente transmissíveis, é importantíssimo usar camisinha nas relações sexuais.
 
Vacinação
Existe vacina contra a hepatite B com proteção próxima de 100%.
A hepatite B é a mais disseminada no Brasil e no mundo, sendo a mais preocupante de todas as formas da doença. Os profissionais de saúde, por estarem mais expostos ao contato com os vírus, constituem um grupo a ser priorizado para receber a vacina.
 
Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde
Autor: Ministério da Saúde
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia